Número de empresas em Campo Grande cresce 10% frente a março de 2022

Número de empresas em Campo Grande cresce 10% frente a março de 2022
Gostou? Compartilhe nas suas redes

O número de empresas em Campo Grande continua em crescimento. São 121.069 CNPJs ativos com atividade mercantil, ou seja, com fins lucrativos, conforme dados da Receita Federal. O número representa um crescimento de 9,68% frente a março de 2022, demonstrando a resiliência da economia municipal e o espírito empreendedor do campo-grandense.

Os dados estão na edição de março de 2023 do Boletim Econômico de Campo Grande, realizado pela Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio (Sidagro). O compilado também trouxe informações positivas a respeito da atividade econômica. De acordo com o CAGED, do Ministério do Trabalho e Previdência, Campo Grande gerou mais 1.246 vagas no mercado formal no mês de fevereiro.

“Os dados refletem na prática o nosso projeto prioritário, que é o Desenvolvimento Econômico de Campo Grande. Nossas ações ocorrem a partir de uma série de medidas e decisões, como por exemplo a modernização e desburocratização da gestão, estas que são tomadas para que possamos fortalecer os empresários locais ou até mesmo atrair novos negócios para a Capital, gerando emprego e renda para o município”, disse a Prefeita.

No acumulado de 2023 foram gerados 1.399 empregos formais, sendo 815 apenas no setor de serviços. Indústria e construção criaram juntos 842 novos empregos. No comércio, apesar dos números positivos de fevereiro, houve supressão de 366 vagas, em decorrência de um movimento sazonal de dispensa de trabalhadores contratados temporariamente para atender o fluxo de fim de ano. No acumulado de 2023, Campo Grande aparece na sexta posição entre as 27 capitais que mais ampliaram seu contingente total de empregados com carteira assinada.

“A Prefeitura disponibiliza informações preciosas sobre a macroeconomia, destacando o desempenho de produção, mercado de trabalho e perspectivas econômicas para o período em Campo Grande. Ter esses dados todos compilados em único material é mais uma ferramenta para quem quer investir em Campo Grande”, comenta o secretário da Sidagro, Adelaido Vila.

O último dado sobre desemprego divulgado pelo IBGE mostra que Campo Grande fechou 2022 com índice de 3,1% de desocupação, a segunda menor entre as capitais, o que pode indicar uma situação de pleno emprego. O pleno emprego é conhecido como o mais alto grau do uso de forças produtivas da economia, principalmente no uso de trabalho. Este cenário é considerado na macroeconomia quando toda a mão-de-obra, qualificada ou não, pode ser empregada devido ao grande impulso que deixa a economia em equilíbrio. O pleno emprego não é um nível em que o desemprego é nulo, mas atinge um nível satisfatoriamente baixo.

Quanto ao Produto Interno Bruto, a Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio estima que a variação do PIB chegue a 2,5% no ano de 2023. Como comparação, a média projetada no Boletim Focus do Banco Central de 17 de abril é de crescimento de 0,90% em âmbito nacional.

campaonews

campaonews