Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Campo Grande está entre os melhores do país

Gostou? Compartilhe nas suas redes

O trabalho desenvolvido pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Campo Grande, CEREST Regional Campo Grande, obteve a pontuação máxima de 165 pontos no “Qualifica Cerest” do ano de 2022, instrumento de monitoramento das ações para a saúde do trabalhador. Ao todo, foram avaliados nove critérios relacionados às atividades de vigilância, assistência e educação, e para cada um foram atribuídas fórmulas de cálculos e pontuações específicas. O Cerest está vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

Os indicadores do Plano Nacional de Saúde 2020/2023 propõem mensurar e qualificar a atuação dos CEREST municipais e regionais no âmbito da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST) e da Rede de Atenção à Saúde (RAS).

O resultado do indicador foi publicado dia 24 de abril no site da Coordenação Geral em Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde: https://colaboradsaste.saude.gov.br/mod/data/view.php?id=4960

A Coordenadora do Cerest Regional  Campo Grande, Keila Barreto, ressalta a importância da pontuação e lembra que o município é retaguarda técnica e pedagógica para 16 municípios da área de abrangência da Microrregião de Saúde, além do município sede.

“Esse reconhecimento pelo ministerio da saúde é muito importante para a nossa microrregião de saúde, somos um polo irradiador de conhecimento da política nacional de saúde do trabalhador e da trabalhadora e saber que Campo Grande está no caminho certo é gratificante”, diz.

O Cerest Regional de Campo Grande desenvolve seu trabalho por meio de sua atuação na investigação, prevenção e promoção da saúde dos trabalhadores, e assim, conquistou nota máxima demonstrando a qualidade do trabalho realizado pela equipe. É importante ressaltar que há habilitados no Brasil 183 CEREST entre municipais e regionais, ficando o de Campo Grande entre os 18 com melhor atuação.

campaonews

campaonews