Primeira Ação Itinerante da Funsat no Coophatrabalho encaminha mais de 100 pessoas ao mercado de trabalho

Primeira Ação Itinerante da Funsat no Coophatrabalho encaminha mais de 100 pessoas ao mercado de trabalho
Gostou? Compartilhe nas suas redes

A primeira ação itinerante da Funsat (Fundação Social do Trabalho), realizada no Centro Comunitário do Bairro Coophatrabalho, das 8h às 14h nesta sexta-feira (26), encaminhou mais de 100 pessoas ao mercado de trabalho. Além da Fundação, representantes do Assaí também estiveram realizando encaminhamentos no local.

De acordo com a Funsat, 101 pessoas foram recrutadas pelo Atacadista, em 11 funções diferentes. Neste 30º “Funsat em Ação” de 2023, o grupo buscou contratar açougueiro, ajudante de açougueiro, padeiro, atendente de loja, operador de caixa, atendente de balcão de café, conferente de carga e descarga, repositor, empacotador, auxiliar de depósito, cozinheiro e operador de empilhadeira.

 Moradora do Santo Amaro, Eduarda Valejo soube da Ação da Funsat e da participação do Grupo e foi em busca de uma oportunidade. “Muito bom, ter mais perto a Funsat, porque diminui para a gente o deslocamento para saber de vagas como essas do mutirão. Hoje pude fazer o meu cadastro, e agora estou concorrente a um processo seletivo”, relatou a jovem de 20 anos.

Do Zé Pereira, Fernando Henrique Gonçalves do Prado, de 30 anos, deixou sua casa, no início da manhã, com o mesmo propósito. “É a chance de trabalhar em um lugar onde é possível crescer. Por conta da organização, por ser algo consolidado, e de ter, junto do salário, alguns benefícios. Se não der certo no Assaí, quero tentar para alguma outra empresa que seja também do mesmo porte”, falou o autônomo, que está há seis meses fora do mercado de trabalho formal, obtendo hoje a sua renda com a venda de sabão.

Além disso, a empresa também ofereceu uma reserva de 50% das vagas de “perfil aberto”, ou seja, recrutamentos em que não se exigia experiência profissional aos candidatos, apenas a vontade de trabalhar.

Houve ainda, quem foi até o evento para obter serviços da Fundação, como foi o caso de Ivanir Camilo Gomes, de 27 anos, moradora do Paulo Coelho de Machado. “Eu vi como emitir a minha carteira de trabalho digital. E me deram todo o suporte, foi como em um atendimento presencial lá na Funsat da 14 de julho”, disse.

Mesma situação de Mauro Aleixo, de 54 anos, morador Coophatrabalho. “Perdi o documento e quis saber como fazer a segunda via ou essa versão digital, por isso entrei na fila. Bom é que foi pertinho de casa”, comemorou.

Criado para aproximar mais o atendimento ao público, em vários pontos de Campo Grande, o “Funsat em Ação” tem, todas as quintas-feiras, um posto fixo para recepção do público na Rua Marechal Rondon, 1380, Centro, dentro do Pátio Central Shopping.

 

 

campaonews

campaonews