Ações de combate à Dengue mobilizam crianças do Cras Moreninhas

Gostou? Compartilhe nas suas redes

Ações de combate e conscientização de combate à Dengue estão mobilizando as crianças do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Cras Moreninhas, que nesta quarta-feira (28) deram início a uma campanha para reforçar as ações já implementadas pela Prefeitura de Campo Grande desde janeiro.

Junto à equipe da unidade, as crianças realizaram panfletagem nas ruas do bairro e abordaram os moradores para entregar material informativo sobre a doença e medidas de combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

A coordenadora da unidade, Danielle Rocha explicou que a ideia é incentivar a comunidade a contribuir na prevenção e controle da doença, por isso as ações tiveram o objetivo de sensibilizar os moradores por meio de informações sobre os riscos da doença, os sintomas, formas de prevenção e os procedimentos adequados em caso de suspeita ou diagnóstico de dengue.

“A campanha tem como ponto de partida combater a dengue não apenas na nossa região, mas onde pudermos alcançar. Queremos contribuir com a conscientização da sociedade sobre a necessidade de atuar na garantia do combate a doença”, frisou a coordenadora.

A ação teve início no Parque Jacques da Luz com a participação de equipes da Sesau e Corpo de Bombeiros, que explicaram às 27 crianças do SCFV como deveriam ser feitas as abordagens à população.

“É fundamental trabalhar o tema o ano todo para quando chegar o verão não ocorra um aumento no número de casos”, disse Danielle.

Ainda segundo a coordenadora Danielle, os profissionais do Cras continuarão desenvolvendo atividades socioeducativas sobre o tema até o final da semana.

Capacitação

O combate à dengue é temática recorrente nas unidades da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) e inclui, também, capacitações aos profissionais que atuam nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras), Centros de Convivência e Centros de Convivência do Idoso, que foram realizadas mesmo durante o período de pandemia. Um dos exemplos foi a capacitação do programa “Integrado Intersetorial de Colaborador Voluntário”, organizado pela Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais da Secretaria Municipal de Saúde (CCEV/Sesau), do qual a SAS é parceira desde 2019.

A iniciativa aconteceu em parceria com a Superintendência de Gestão do SUAS, por meio da Gerência de Educação Permanente da SAS, e capacitou 70 servidores, que foram treinados para auxiliar no combate ao mosquito Aedes aegypti, dentro das unidades e também repassando as informações para as comunidades de cada uma das sete regiões da Capital.

O objetivo também é orientar as comunidades sobre os cuidados necessários para se adotar dentro de casa já que, de acordo com estatísticas dos órgãos de Saúde, a maioria dos focos de proliferação do mosquito são encontrados nos quintais e interior das residências.

A iniciativa é referência como ferramenta de cooperação ao unir esforços no controle da proliferação do mosquito no âmbito interinstitucional.

campaonews

campaonews