Prefeitura capacita assentados para gerar renda com a própria terra

Prefeitura capacita assentados para gerar renda com a própria terra
Gostou? Compartilhe nas suas redes

Quem passa pela BR-163, no Distrito de Anhanduí, não consegue deixar de dar uma paradinha e aproveitar as delícias da produção local. Famoso pelos doces, pimentas, queijos, salames e conservas, o distrito tem muitos produtores que plantam não só plantam, mas também agregam valor ao que tiram da terra.

Com isso, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio (Sidagro) e em em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), levou até o assentamento, o curso que capacita os alunos a prepararem conservas de frutas, que diferentemente dos doces, é produzida com o alimento inteiro, em uma calda açucarada, podendo ser cozido ou não.

Maira Noely Rodrigues de Castro, de 32 anos, é moradora do assentamento Três Corações, e está aproveitando as aulas do curso de produção de conserva de frutas para garantir renda e poder viver do que planta.

“Vim fazer o curso para poder aproveitar e ter uma renda do lote, além das coisas que já faço. Pra gente é muito bom esses cursos virem aqui pro assentamento, porque a gente não tem custo de se locomover. Sendo feito aqui, mais pessoas podem participar e aprender, podendo assim se aperfeiçoar e gerar renda do que já produz”, explica.


O instrutor do Senar Carlos Zanin, que é engenheiro de produção de alimentos, falou da importância do serviço de aprendizagem. “O Senar capacita os produtores a fim de gerar novas oportunidades de desenvolvimento econômico no campo e também para melhoria da qualidade de vida dos alunos”, frisa.

Entre este mês e julho, a Prefeitura de Campo Grande, em parceria com o Senar, ofertará mais quatro cursos: confeitaria: bolo e biscoitos (29 a 1º de julho), floricultura e cultivo de orquídeas (2 e 3 de julho), artesanato de bordado em ponto crivo (10 a 13 de julho) e produção de pães e salgados (20 a 22 de julho).

Para mais informações e inscrições ligue na Subprefeitura de Anhanduí, no telefone 2020-1152.

campaonews

campaonews